Amazonas Política

Vanessa ainda vê possibilidade de ser candidata na chapa de David Almeida

Em discurso oficial em uma sessão prolongada do Senado nesta terça, dia 7, a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB) afirmou que a coligação com o PT e PSB ainda não está concluída e que a aliança enfrenta “problemas graves”. E ainda acrescentou que isso se deu porque as direções nacionais de grande parte dos partidos deixaram para que os diretórios estaduais finalizassem as composições.

A comunista disse: “É fato. Nós temos enfrentado problemas graves no âmbito da nossa coligação, mas não tenho dúvida nenhuma de que nós os resolveremos – e os resolveremos, senador Requião – através do diálogo, porque embate temos com os inimigos. Com os amigos, com os aliados, nós temos debate”.

Vanessa afirmou estar otimista em um final positivo para a coligação que vai apoiar o candidato a governador David Almeida (PSB) e que vetou a candidatura do ex-deputado federal Francisco Praciano (PT) ao Senado. Ela deve ser a indicada nessa segunda vaga. A primeira foi ocupada pelo vereador Chico Preto, do PMN, que integra a aliança.

Vanessa ainda disse em acreditar que seja do interesse também dos aliados a manutenção do seu mandato, como “voz altiva e principalmente comprometida com os interesses nacionais e os interesses da nossa gente. Ou seja, garantir a manutenção dessa cadeira aqui no Senado”. E para concluir Vanessa afirmou se orgulhar dos seus oito anos de mandato, “defendendo a Zona Franca de Manaus, o meu estado do Amazonas”, ressaltando que em muitas situações se viu sentiu sozinha, sem apoio da bancada do estado.