Amazonas Política

Justiça ordena que postagens nas páginas de Amazonino, Rotta e prefeito de Autazes sejam apagadas

A justiça eleitoral considerou como promoção de propaganda eleitoral irregular na campanha de reeleição do governador Amazonino Mendes do PDT no Facebook, por determinar a infração como conduta vedada, e ordenou que a rede social remova com urgência as postagens do governador que foram publicadas pelo vice-prefeito e secretário estadual da região metropolitana, Marcos Rotta e também as postagens da prefeitura do município de Autazes.

Se por caso ocorrer o descumprimento haverá pagamento de multa diária no valor de R$ 10 mil. Na página da Prefeitura de Autazes, o prefeito Andreson Cavalcante, publicou fotos e textos de obras de recuperação de ruas realizadas no município em ação conjunta com o Governo do Estado. O uso das redes sociais para mostrar a parceria entre a prefeitura e governo do estado é recorrente no interior do estado.