Brasil Política Política

Sérgio Moro adia audiência de ex-presidente Lula para depois das eleições

 

O juiz federal responsável pelos desdobramentos da operação lava jato na primeira instância de Curitiba, Sérgio Moro, anunciou uma publicação hoje (15) onde informou que irá adiar a audiência do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva do Partido dos Trabalhadores (PT) onde será interrogado sobre o caso do sítio em Atibaia, no estado de São Paulo.

O ex-presidente que está detido em Curitiba, ia prestar depoimento nos dias 27 de agosto e 11 de setembro, o que iria ser no mesmo período de campanha eleitoral. Sérgio Moro adiou a audiência para o dia 14 de novembro, logo após o período eleitoral, que está programado para ocorrer nos dias 7 de outubro e 28 também de outubro.

Na publicação Moro escreveu “Um dos acusados foi condenado por corrupção e lavagem na ação penal e encontra-se preso por ordem do Egrégio Tribunal Regional Federal da 4ª Região, tendo a medida sido mantida pelos Tribunais Superiores. Apesar disso, o acusado apresenta-se como candidato à Presidência da República. A fim de evitar a exploração eleitoral dos interrogatórios, seja qual for a perspectiva, reputo oportuno redesignar as audiências”