Amazonas Política

Políticos do Amazonas tem apoio de líderes de facções criminosas

No último dia 10, o TSE aprovou o envio de tropas federais para 25 municípios do estado do Amazonas, entre eles a capital Manaus, região central do comando da Família do Norte, e Tabatinga, principal porta de entrada da droga colombiana e peruana na Amazônia. Traficante condenado ganha cargo público e vira cabo eleitoral No Amazonas, além dos potenciais conflitos entre facções, outra preocupação é a atuação de traficantes nas campanhas eleitorais.

No último mês, os juízes do TRE do estado ordenaram que um homem apagasse postagens em uma rede social consideradas ofensivas ao senador e candidato a governador Omar Aziz (PMN). O internauta em questão era Carlos Condera Nascimento Filho, 35, um traficante de drogas condenado em julho deste ano e apontado pela Polícia Civil como um dos principais distribuidores de drogas nas zonas norte e leste de Manaus.

Em 2013, Condera foi preso pela PM. Com ele, os policiais encontraram aproximadamente 600 gramas de cocaína. Condera foi denunciado por tráfico de drogas, mas foi solto em outubro de 2013, graças a um habeas corpus. Em maio de 2015, Condera foi preso novamente. Ele apareceu em conversas telefônicas interceptadas, com autorização da Justiça, comandando a distribuição de drogas e o recolhimento de dinheiro em bocas de fumo de Manaus.

Em um relatório produzido pela Polícia Civil, Condera, cujo apelido é “Garotinho”, é apontado como o principal “cabeça” de uma organização criminosa especializada na distribuição de drogas em Manaus. Ele foi solto novamente em fevereiro de 2016, mas continuou respondendo ao processo iniciado em 2013 por tráfico de drogas.

Fonte: UOL