Brasil Política

Candidato ao Senado por Roraima responde processo de Improbidade Administrativa e Estelionato

O candidato ao Senado Federal por Roraima, Antônio Mecias Pereira de Jesus (PRB) responde a dois processos na justiça federal por Estelionato Majorado e a Improbidade Administrativa nos anos de 2004 e 2005, sendo denunciado pelo próprio MPF (Ministério Público Federal), quando era deputado pelo estado de Roraima.

Antônio Mecias Pereira de Jesus está envolvido no “escândalo dos gafanhotos” que, segundoas investigações da operação Praga no Egito da Polícia Federal, no ano de 2002 foram desviados mais de R$ 500 milhões oriundos de repasses de convênios da União ao estado de Roraima. O esquema gerou dano ao erário e enriquecimento ilícito de terceiros.

A corrupção acontecia quando pessoas comuns eram aliciadas como ‘gafanhotos’, para que seus nomes fossem inseridos na folha de pagamento do Departamento de Estradas e Rodagem de Roraima (DER/RR) ou do estado em troca de uma ajuda financeira irrisória.

Em seguida, procuradores dos ‘gafanhotos’ sacavam os salários junto à empresa e entregavam o dinheiro a deputados ou conselheiros de contas beneficiados e designados pelo ex-governador de Roraima Neudo Campos (PP).

Fonte: G1