Sem categoria

Empresa Brilhante ganhou R$ 85 milhões em licitação de Instituto, apesar de ter ficado em 12ª lugar em pregão

A Brilhante Construtora, empresa genuinamente amazonense, se tornou um verdadeiro fenômeno. Em 2016 e 2018, a companhia derrotou a concorrência e venceu duas licitações para prestar serviços de reparo predial nas unidades do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) espalhados pelo Brasil. O valor para realizar os trabalhos foi nada mais nada menos do que R$ 85 milhões (R$ 52 milhões em 2016 e R$ 33 milhões em 2018).

Em seu site, a Brilhante Construtora afirma que seu objetivo é atuar no segmento de obras públicas com responsabilidade, qualidade, compromisso e integridade, além de ser comprometida em coibir e eliminar qualquer forma de corrupção, fraude ou atividade ilícita. As vitórias nas licitações e nos lotes realizados pelo ICMBio, porém, chamam a atenção.

Serviços de conservação, reparação, manutenção e adequação da trilha suspensa do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, em Goiás; ampliação da unidade de Brasília (DF); serviços de manutenção predial na sede de Jericoacoara (CE) e de Soure (PA), Seriam os trabalhos realizados pela empresa amazonense para a autarquia vinculada ao Ministério de Meio Ambiente, que não foram entregues.

O OBSERVATÓRIO MANAUS entrou em contato com a assessoria de comunicação do ICMBio, em busca de mais informações sobre os serviços prestados pela empresa, além de questionar o fato da Brilhante ter sido apenas a 12ª colocada no pregão de 2018, mas, que no fim do processo licitatório, acabou sendo a escolhida pelo órgão. Até o momento, não houve retorno.