Amazonas Brasil Política

Empresa Brilhante recebeu R$ 52 milhões do ICMBio, mas gastou apenas R$ 2 milhões

A empresa amazonense Brilhante Construtora, que em 2016 derrotou a concorrência espalhada por todo território nacional ao vencer uma licitação para prestar serviços de reparo predial nas unidades do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) espalhados pelo Brasil, recebeu R$ 52 milhões pelos trabalhos e gastou apenas R$ 2 milhões. Foi o que revelou uma fonte que preferiu não ter seu nome revelado ao OBSERVATÓRIO MANAUS.

Em seu site, a Brilhante Construtora afirma que seu objetivo é atuar no segmento de obras públicas com responsabilidade, qualidade, compromisso e integridade, além de ser comprometida em coibir e eliminar qualquer forma de corrupção, fraude ou atividade ilícita. As vitórias nas licitações e nos lotes realizados pelo ICMBio, porém, chamam a atenção.

Serviços de conservação, reparação, manutenção e adequação da trilha suspensa do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, em Goiás; ampliação da unidade de Brasília (DF); serviços de manutenção predial na sede de Jericoacoara (CE) e de Soure (PA), foram os trabalhos realizados pela empresa amazonense para a autarquia vinculada ao Ministério de Meio Ambiente.