Amazonas Política

Juiz é acusado de receber propina para defender ex-prefeito de Coari, Adail Pinheiro

O promotor Wesley Machado acusa o juiz Fábio Alfaia, que investiga os casos relacionados ao ex-prefeito do município de Coari, Adail Pinheiro e sua família, de manter total parcialidade mediante as decisões tomadas durante o julgamento do ex-prefeito. O promotor ainda cita a informação passada por vereadores do município de que o juíz Fábio Alfaia recebia “mensalinho” do atual prefeito de Coari, Adail josé Pinheiro Figueiredo (PP) ou como é conhecido “Adail Filho”, no valor de R$80 mil.

O juiz Fábio Alfaia e o promotor Wesley Machado travam uma “batalha” envolvendo processos que envolvem a prefeitura de Coari. A rixa entre os dois é tão séria que em Abril desse ano, o juiz afastou Wesley de casos relacionados ao ex-prefeito por entender que o magistrado do MP (Ministério Público) tem certa inimizade com o prefeito Adail Filho.

Logo depois de ter seu recurso aprovado e a denúncia contra sua conduta arquivada pelo MP, o promotor Wesley Machado entrou com um processo de denúncia contra o juiz Fábio Alfaia alegando total parcialidade em prol da administração de Adail Pinheiro. O caso pode ser encaminhado para o TJ-AM (Tribunal de Justiça do Amazonas).