Amazonas Educação Saude

Professor da rede pública de ensino morre e alunos e ex-alunos prestam homenagens nas redes sociais

O servidor público Kleudson Teófilo Machado, 41, veio a óbito na madrugada desta sexta-feira (16), após sofrer um ataque cardíaco. Segundo informações, o professor da rede pública de ensino veio a óbito enquanto dormia e que no dia anterior de sua morte, o quadro de saúde dele era normal.

O velório acontece na escola onde o professor lecionava, na Escola Estadual Professor Ruy Alencar, localizado no bairro Nova Cidade, Zona Norte de Manaus por volta das 16  hrs dessa sexta-feira (16).

Kleudson lecionava a disciplina de História na escola Escola Estadual Professor Ruy Alencar, e além de ministrar aulas de História, Kleudson também cedia aulas de outras disciplinas para que seus alunos não ficassem sem aula quando algum professor se ausentava.

“Em 2015, ele estagiou em história e 2016 ele cedeu aulas de biologia pra gente não ficar sem aula por falta de professores” disse uma ex-aluna de Kleudson.

O professor residia na Av. Nepal, no bairro Nova Cidade, Zona norte de Manaus, não tinha filhos nem mulher, era homossexual e dividia a casa com seus irmãos, já que sua mãe faleceu a pouco tempo, e ele prestava auxílio e grande parte do seu tempo cuidado de sua mãe antes dela partir.

“Muito mais do que só um professor, ele começou meio que em um estágio no Ruy, e eu o conheci antes disso, ele sempre foi muito atencioso e procurava ter uma relação saudável de amizade com os alunos, dentro da escola um excelente profissional motivador, fora tínhamos um laço de amizade muito bonito, ele era muito bagunceiro e atencioso na vida das pessoas que cercavam ele”. Disse a ex-aluna do professor, Katlhen Nahara, em entrevista com nossa equipe de reportagem.