Brasil

Segurança de rede de supermercado confessa ter espancado cadelinha e diz que está arrependido

O segurança do supermercado Carrefour de Osasco, na Grande São Paulo), confessou à polícia ter usado uma barra de alumínio para agredir uma cachorra no último dia 28 de novembro e afirmou estar arrependido.  O homem prestou depoimento na Delegacia do Meio Ambiente do município e deixou o local sob protestos, na tarde da última quinta-feira (6). A cadela morreu em decorrência dos ferimentos.

Segundo o delegado Bruno Lima, o homem disse que queria expulsar o animal do supermercado e golpeou as pernas do cachorra, sem a intenção de matá-la. Segundo ele, o segurança deve ficar livre por se tratar de um “crime de menor potencial ofensivo”.Ainda de acordo com delegado, o caso segue sendo investigado e o inquérito policial deve ser enviado para o MP-SP (Ministério Público do Estado de São Paulo). O MP, por sua vez, deve oferecer a denúncia para a Justiça e, depois, aplicar as possíveis punições a ele.