Amazonas Política

Coordenadora da SECOM retira autonomia de secretários e escolhe apenas colegas da TV A Crítica para assessorias

Os assessores de imprensa do governo do Estado do Amazonas reclamam de perseguição que a escolhida de Wilson Lima (PSC) para a SECOM (Secretaria de Comunicação), sua ex-colega de A Crítica, Daniela Assayag vem realizando internamente nas secretarias do governo.

De acordo com os jornalistas, Daniela conseguiu carta branca do governador para remover dos secretários do Estado a total autonomia para a contratação de assessores. Daniela Assayag ainda conseguiu excluir o grupo de comunicação do governo que existia 16 anos.

E com total autonomia, a secretária da SECOM, está escolhendo para as secretarias do Estado, colegas que trabalharam com ela no grupo Calderaro sem ao menos checar a capacidade técnica que tais profissionais possuem. Antes de assumir a SECOM, Daniela era coordenadora de jornalismo da TV A Crítica, onde conheceu Wilson Lima.

Os assessores afirmaram que irão procurar o sindicato dos jornalistas