Amazonas Política

Ex-braço direito de Amazonino é o “Manda-Chuva” da Seduc

Ao contrário do que havia prometido durante o período de campanha eleitoral, o atual governador do Amazonas, Wilson Lima, manteve em uma das secretarias do Estado um empresário bastante conhecido. Um dos novos “manda-chuva” da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) seria Alessandro Bronze, que já foi diretor do porto de Manaus e presidente estadual do Partido Republicano Trabalhista Brasileiro.

De acordo com fontes que preferem não se identificar, Bronze, que já foi considerado um dos braços direitos de Amazonino Mendes, estaria por trás do comando da pasta de educação do Amazonas, teoricamente nas mãos do ex-deputado estadual Luiz Castro.

A questão em torno deste cenário é que o atual governador prometeu mudanças para a gestão. No entanto, as pastas estaduais encontram-se com nomes que já estiveram no poder.

No caso de Alessandro Bronze, por exemplo, fontes que preferem não se identificar, afirmam que ele negociava licitações no valor de até R$ 100 mil com creches para atuarem em Manaus. Porém, os projetos voltados para a população nunca saíram do papel.