Amazonas Saude

Governo de Wilson Lima orienta servidores a não informar pacientes sobre falta de remédio e leitos

Funcionários da Maternidade Nazira Daou, localizada no conjunto Galiléia, bairro Cidade Nova, Zona Norte de Manaus, receberam ordens, através de um ofício da diretora geral da maternidade, de não informarem a pacientes e acompanhantes sobre ausência de medicamentos e leitos da unidade de atendimento.

De acordo com o ofício, que foi repassado a todos os setores da maternidade, a nova diretora decreta que “a partir da presente data não está autorizado” informar aos pacientes e acompanhantes sobre ausência de medicamentos, leitos, material para realizar procedimentos cirúrgicos e nem solicitar medicamentos para compra. O ofício foi emitido na última segunda-feira (7).

A ausência de leitos, medicamentos e até mesmo materiais de limpeza é um dos problemas enfrentados por pacientes que recorrem a rede pública de saúde do Amazonas.

A SUSAM (Secretaria de Estado de Saúde) emitiu uma nota

“A Secretaria de Estado de Saúde (Susam) informa que houve uma falha na comunicação e na produção do documento, que não passou pela aprovação da pasta, sendo determinada a suspensão da validade da referida C.I.”