Amazonas Política

Se a eleição fosse hoje, homem de confiança de José Melo seria novamente presidente da ALE-AM

Josué Neto (PSD) foi presidente da ALE-AM (Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas) durante a gestão de José Melo (PROS), nesse período se tornou homem de confiança do governador caçado. Recentemente Josué Neto recebeu 13 declarações de voto na disputa pela presidência da casa novamente.

Se as eleições para presidente da ALE-AM fosse hoje, Josué Neto estaria eleito presidente novamente. A ALE-AM possui 24 deputados, e o candidato que tiver 12 +1, consegue se eleger por conseguir levantar mais da metade dos votos.

O deputado Dermilson Chagas também no PP, chegou a ser candidato à presidência, retirou sua candidatura e declarou voto em Belarmino Lins (PP).

O terceiro candidato na disputa Serafim Corrêa não recebeu nenhuma declaração de voto até agora, mas esta semana avisou os adversários: “o jogo ainda nem começou”.

DECLARAÇÕES ANTECIPADAS

Em uma campanha bastante intensiva, desde o ano passado, Josué Neto conseguiu desde a metade do mês de dezembro do ano passado até a última quarta-feira (9) doze votos de seus colegas.

Cinco vereadores que conseguiram se elegera deputados declararam votos garantidos em Josué Neto : Wilker Barreto (PHS), Joana Darc Protetora Animais (PR), Felipe Souza (PHS), Therezinha Ruiz (PSDB) e João Luiz (PRB).

Os quatro deputados que conseguiram se reeleger: Alessandra Campelo (MDB), Cabo Maciel (PR), Ricardo Nicolau (PSD) e Augusto Ferraz (DEM). E três deputados de primeira viagem: Roberto Cidade (PV), Fausto Júnior (PV) e Carlos Bessa (PV). Além do voto do próprio candidato.