Marcelo Odebrecht confirma termos de delação premiada

por Alex Mendes
Marcelo Odebrecht confirma termos de delação premiada

O ex-presidente da Odebrecht, Marcelo Odebrecht, foi ouvido na manhã desta sexta-feira (27) por membros do Supremo Tribunal Federal (STF). Em cerca de 1h30 de depoimento, o executivo confirmou o depoimento fornecido a procuradores da Operação Lava Jato e os termos do seu acordo de delação premiada.

Segundo o “UOL”, o herdeiro da empreiteira deixou a carceragem da Polícia Federal (PF) em Curitiba na manhã desta sexta-feira (27) e chegou à sede da Justiça Federal por volta das 10h15, onde ficou até o meio-dia, quando retornou ao presídio.

A audiência foi comandada pelo juiz Márcio Schiefler Flores, que era auxiliar do ministro Teori Zavascki, morto na queda de um avião na semana passada.

A presidente do STF, Cármen Lúcia, determinou que os assistentes de Teori homologassem as delações premiadas dos 77 executivos da Odebrecht. Esta atividade era de responsabilidade de Teori e estava parada desde a sua morte.

Agora, as informações fornecidas pelo executivo já podem ser usadas pelos investigadores da PF e do Ministério Público Federal (MPF).

Estima-se que Marcelo Odebrecht cite centenas de políticos e confesse crimes cometidos em todo o país.

Leia também