Omar Aziz promove guerra interna em seu grupo para atender a seus próprios interesses

por admin
Omar Aziz promove guerra interna em seu grupo para atender a seus próprios interesses

Mais do que manter o grupo que desviou R$ 112 milhões da saúde no poder, Omar Aziz e José Melo estão lutando para não irem para a cadeia. Eles sabem que o atalho mais curto para o Compaj, ou Batalhão da Cavalaria no Dom Pedro, seria a perda do governo do estado.

Da mesma forma Omar Aziz, tem vontade de retornar ao Governo do Estado em 2018, mas sua prioridade, hoje, também é escapar da prisão. Omar Aziz é investigado no STF, por corrupção passiva na “Operação Maus Caminhos”. José Melo é outro que se agarra ao “poder” como garantia para não ir parar atrás das grades.

Omar Aziz e José Melo se articulam pensando mais na própria sobrevivência no dia de amanhã do que no Amazonas.

Esta semana, o Ministério Público abriu 30 inquéritos para apurar a corrupção na saúde nos governos de José Melo e Omar Aziz. As investigações sobre a “Operação Maus Caminhos” avança na Justiça Federal. Os políticos ligados a Omar Aziz e José Melo estão, igualmente, virando carvão.

Na Assembleia Legislativa, os deputados da base aliada, começam a se chamuscar e a expor divisões internas. O grupo de Omar Aziz e José Melo está dividido.  De um lado os deputados estaduais e federais que defendem o nome de David Almeida para disputar o governo e do outro os que defendem Amazonino Mendes.

Omar Aziz e José Melo estão no mesmo barco. E, na hora de escapar do naufrágio, ninguém se preocupa muito com a roupa que está usando e nem com quem está ao seu lado na bóia. A bóia da vez é o Amazonino Mendes que pode salvar eles da cadeia.

 

Jornalista Responsável
Alex Mendes Braga
DRT 1041/AM

Leia também