Amazonas Política

Indígenas pressionam Wilson Lima para que seja liberado terreno na Zona Norte de Manaus

Na manhã dessa terça-feira (8), um grupo de indígenas se reuniu em protesto na frente da sede do Governo do Estado, na avenida Brasil, no bairro Compensa, Zona Centro-Oeste de Manaus, para conversar com o governador Wilson Lima (PSC) sobre a situação de um terreno ocupado por eles no bairro Nova Cidade, Zona Norte da capital

Durante a manifestação, eles interditaram o acesso de veículos e afirmaram que só sairiam dali se falassem com o governador Wilson Lima. De acordo com o grupo indígena que se manifestava, a área que hoje é conhecida como “Cemitério dos Índios”, abriga várias famílias de diferentes etnias, e corre o risco de ser desapropriada e os moradores expulsos.

Foto: Portal do Holanda

Os manifestantes afirmam que tem direito sobre o espaço e ameaçam ocupar residências do Conjunto Viver Melhor e outros prédios do governo caso sejam retirados do local. Representantes da classe negociam uma reunião com Lima, mas até o momento, não conseguiram chegar a um acordo. Enquanto isso, a avenida segue fechada e os condutores buscam vias alternativas para conseguirem entrar e sair do bairro.

Nota:

O chefe da Casa Militar, coronel Fabiano Bó, recebeu representantes de um grupo de indígenas que esteve na sede do Governo, nesta terça-feira (8/1). Na ocasião, os indígenas relataram que ocupam área da União, no bairro Nova Cidade, zona norte de Manaus, que deverá ser desocupada. Eles pediram que o Governo faça a doação de terras estaduais para que eles deixem a área federal. O grupo foi informado que o Governo estudará a demanda e marcará nova reunião com os representantes dos indígenas.