Amazonas Política

Aliados de Bolsonaro no AM criticam “bolsa-bandido” criado por Wilson Lima

Ex-presidente do PSL – partido do presidente do Brasil, Jair Bolsonaro – no Amazonas e tenente-coronel da Polícia Militar, Ubirajara Rosses Júnior, criticou a atitude do governo Wilson Lima ao disponibilizar meio milhão de reais para os detentos empreenderem no Estado. O aporte aos presidiários será feito por meio da Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam).

Em suas redes sociais, o policial comentou a situação. “Primeiro, eles têm acesso a armas de maneira ilegal, comprada com o dinheiro do tráfico. Segundo, eles roubam e matam você, seus amigos e familiares, e se você se defender existe um risco de você ser preso. Terceiro, quando vão presos, você paga a ‘estadia’ deles no presídio e lá eles têm acesso à visita íntima, saída de fim de ano, tem telefone, TV, ventilador e acesso a produtos proibidos dentro dos presídios por meio da corrupção. E, agora, para completar você vai pagar para eles empreenderem”, escreveu.

Ubirajara continuou dizendo que está revoltado e destacou que muitos trabalhadores honestos tentam e nunca conseguiram obter crédito para abrir o próprio negócio. “Agora o Estado quer dar bolsa para bandido empreender?”, questionou. Para o policial a atitude d