Amazonas Política

Deputado vai pedir CPI para apurar corrupção na saúde e diz que quem não assinar será cúmplice pelas mortes nos hospitais

Foto: Divulgação

O deputado estadual Wilker Barreto (PHS) durante a sessão na ALE-AM (Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas) nesta terça-feira (26), informou que se caso o secretário de saúde e vice-governador do Estado Carlos Almeida (PRTB), não comparecer na ALE-AM esta semana prestar informações sobre o colapso em que a saúde do Amazonas se encontra, caso contrário será aberto uma CPI (Comissão parlamentar de inquérito).

Estava sendo discutido a possibilidade de abertura de CPI para os combustíveis, já que foi comprovada a existência de um cartel que determina o preço dos combustíveis em Manaus. Mas Wilker viu que a abertura de uma investigação sobre a saúde era mais importante. “O combustível é importante, mas a vida é mais”, disse o parlamentar.

Lembrando que o parlamentar foi impedido de entrar no Hospital e Pronto Socorro 28 de Agosto no último sábado (23) por seguranças da unidade, que óbvio estavam recebendo ordens de seus superiores. Ainda durante seu discurso, Wilker disse que se ignorarmos o caso saúde, todos seremos cúmplices pelas mortes da rede pública de saúde.