Amazonas Política

TRE pede agilidade da PF na perícia do celular de prefeito que foi preso comprando voto para Wilson Lima

Na última quarta-feira (20), o TRE-AM (Tribunal Regional Eleitoral) encaminhou um ofício para o superintendente da Polícia Federal no Amazonas, Alexandre Saraiva, para que seja agilizada a perícia no celular do ex-prefeito de Nhamundá Mário Paulaim, apreendido durante o primeiro turno das eleições do ano passado.

O pedido de perícia foi encaminhado há quatro meses para à Polícia Federal. O ex-prefeito foi preso, e com ele foram apreendidos materiais de propaganda de vários candidatos, incluindo do então candidato a governador, Wilson Lima (PSC) e do ex-governador Amazonino Mendes (PDT).

Os advogados de Amazonino Mendes entraram com uma ação no TRE-AM, solicitando a cassação do registro de Wilson Lima, sob acusação de que Paulaim trabalhava para a campanha do candidato do PSC. Até o momento, o órgão eleitoral está esperando uma posição da Polícia Federal.