Amazonas Política

Em Manaus, diretora da escola Fueth Mourão humilha e adverte aluno que pintou cabelo de azul

A diretora da Escola Estadual Fueth Paulo Mourão, localizada no Bairro São Jorge, Zona Oeste de Manaus, agiu de maneira erradíssima ao humilhar em público um aluno de sua escola pelo simples fato dele tingir o cabelo na cor azul. A mesma o humilhou em público e ainda lhe deu uma advertência, e ainda teve a audácia de dizer que o cabelo dele estava ridículo.

A diretora disse que levaria uma tinta para pintar o cabelo dele novamente a cor original, fazendo com que a criança sofresse psicologicamente e emocionalmente. É um absurdo uma Profissional da área da Educação chegar ao ponto de humilhar crianças e adolescentes por sua aparência, incentivando os alunos a não terem respeito a opção de estilo do seu colega. 

A irmã do estudante publicou em redes sociais um manifesto:


•NINGUÉM É OBRIGADO A GOSTAR E SIM A RESPEITAR. 
•CABELO NÃO DEFINE CARÁTER.
•PRECONCEITUOSOS NÃO PASSARAM!!!! 
NÓS REPUDIAMOS QUAISQUER ATOS DISCRIMINATÓRIOS.

A equipe de jornalismo do Observatório Manaus também repudia qualquer tipo de discriminação e esperamos que a SEDUC tome imediatamente as medidas cabíveis.