Amazonas Política Segurança

Homofobia: Motorista de aplicativo se recusa a fazer corrida para passageiro homossexual, em Manaus

Um motorista do aplicativo 99Pop foi denunciado após negar ‘corrida’ a um passageiro pelo simples fato dele ser homossexual. Segundo a vítima de 29 anos, ele estava em uma boate, freqüentada pelo público LGBT, localizada no Centro da cidade quando solicitou o serviço. “Não curto fazer corrida para viado não, beleza. Melhor tu cancelar por aí. Pede outro”, disse o motorista homofóbico.

Alguns casos como esse já foram relatados em alguns cantos do Brasil, e infelizmente isso vem se tornando mais comum. Motoristas de aplicativo que não aceitam fazer corrida por fatores pessoais como Homofobia e Racismo. O caso ocorrido em Manaus foi registrado no 3 DIP.

Edição de Imagem: Portal do Holanda