Funcionário é demitido após debochar de currículos de candidatos na web

por Naief Queiroz
Funcionário é demitido após debochar de currículos de candidatos na web

Um funcionário de uma empresa de prestação de serviços, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, gravou e publicou no Instagram vídeos debochando dos currículos dos candidatos a vagas de emprego, na terça-feira (23). Após a repercussão dos vídeos, ele foi demitido no mesmo dia, segundo a empresa.

Segundo um site de notícias do Globo, o funcionário atuava há um ano e seis meses como coordenador de serviços, segundo a empresa. Em um dos vídeos ele diz que está selecionando currículos de pessoas para trabalhar com ele.

Em nota, a empresa informou que não aceita quebra de sigilo das informações dos candidatos e que o funcionário não faz mais parte do quadro de colaboradores da empresa.

“Não compactuamos com a atitude tomada pelo ex-colaborador que usou sua rede social particular postando vídeos e fotos sem autorização da empresa”, diz trecho da nota.

Nos vídeos, ele expõe os nomes de candidatos e diz que não irá contratá-los. Em outra publicação, ele joga os currículos para o alto e diz que vai sortear um candidato para a vaga.

“Hoje vamos sortear um emprego, olha quanta gente desempregada. Por um emprego tão inferior, a crise está difícil”, disse.

Além disso, ele exclui alguns currículos enviados no e-mail afirmando que já tem currículo demais.

“Alguém sabe como tirar o WhatsApp do ar por uns três dias? Não estou aguentando mais o tanto de mensagens e a ‘chumbada’ de currículos no meu e-mail”, questionou.

Horas depois da publicação, os vídeos foram excluídos.

Após a repercussão dos vídeos, ele postou outro vídeo pedindo desculpas e se disse arrependido do que fez. Afirma que foram recebidos mais de 800 currículos e alguns candidatos o deixaram surpreso pela forma que pediam emprego.

“Estou muito arrependido de tudo que falei. Quero pedir desculpas a todas as pessoas expostas no story e também para todas as pessoas que viram e se sentiram ofendidos com as besteiras que eu disse”, ressaltou.

Leia também