Amazonas Segurança

Em Parintins, homem confessa que matou fisioterapeuta após sexo

Nesta segunda-feira (13), a polícia prendeu Alexandro Barros de Souza, de 23 anos, suspeito de matar o fisioterapeuta Hugo Dias após manter relações sexuais com ele.

Após longa conversa na delegacia, Alexandro disse em depoimento que os dois estavam em um estabelecimento no Centro da cidade e que Hugo Dias havia prometido pagá-lo R$ 100 em troca de sexo.

Após manterem relação sexual, houve um desentimento entre os dois e eles travaram luta corporal. Hugo tentou fugir da morte, mas foi atingido com um soco. Desacordado, Hugo caiu no rio Amazonas e morreu afogado.

O corpo do jovem foi encontrado na noite de segunda, por volta das 22h, em um igarapé no município de Parintins.

O corpo do jovem foi achado no porto da Tamaquaré, região onde ele foi visto pela última vez, na companhia de três desconhecidos, após deixar uma loja de
conveniência.