Amazonas Política

Policias pegam carona com professores e buscam aumento salarial

O presidente da Associação dos Praças do Estado do Amazonas(APEAM), Gerson Feitosa, acompanhou de perto as negociações do Governo Wilson Lima com a categoria dos profissionais da educação e afirmou que “se o governo conceder percentual da data-base maior para a educação, os policiais também vão querer tratamento igual”

Gerson afirmou que os policiais militares, além de acatar o argumento que o governo não podia conceder aumento acima dos 3,93%, adiou o mês de execução da data-base de 2019 de abril para agosto. Além disso, explicou que os parcelamentos das reposições de perdas inflacionais que não foram repostas no Governo José Melo ainda não foram pagos na integralidade à categoria.

“O governo disse que não podia dar em função da Lei de Responsabilidade Fiscal. Se não pode, não pode para todo mundo. Ou, então, terá que aumentar para a polícia também”, declarou Gerson.