Amazonas Política

Professores do Amazonas seguem em greve

A greve dos professores no Amazonas segue sem previsão de um ponto final. O Sindicato dos Professores e Pedagogos de Manaus (Asprom Sindical) esteve em assembleia geral e rejeitou a contraproposta do governador Wilson Lima. A entidade votou pela continuidade da paralisação dos serviços da categoria no Estado.

A mensagem governamental foi protocolada na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas e repassada às duas entidades sindicais (Asprom Sindical e Sinteam) em reunião ocorrida também na manhã desta quarta-feira, 15.

O deputado estadual Josué Neto afirmou que continuará buscando intermediar o conflito que se instalou entre governo e professores e enfatizou o compromisso de que o parlamento não votará, em hipótese alguma, o Projeto do Governo enquanto a negociação não for  reaberta, e que, no máximo, até segunda-feira, 20, a rodada de negociação será efetivada.