Rapaz é executado com 12 tiros em emboscada na Zona Norte de Manaus

por Naief Queiroz

Um homem de 22 anos foi assassinado a tiros na noite deste domingo (19), no bairro Cidade Nova, Zona Norte de Manaus. De acordo com a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), a família da vítima relatou que o jovem estava recebendo ameaças de morte de um grupo criminoso.

O crime ocorreu por volta das 20h, na rua Delmar Brás, comunidade Nossa Senhora Perpétuo Socorro. Segundo a polícia, o homem era morador do bairro Redenção, na Zona Centro-Oeste da capital. Ele então teria recebido uma ligação, saiu de sua residência e foi para um shopping, na Zona Norte. Depois, a vítima pediu um taxi até o local aonde foi morta.

“O taxista contou que a vítima não conhecia o local que estava indo. Ele foi porque alguém mandou ele ir; e o jovem não saía do celular. Ao chegar no destino, uma mulher o aguardava. Quando o veículo estava há 50 metros de distância, depois de deixar o homem, o taxista ouviu os tiros”, contou um delegado plantonista da DEHS.

Ao todo, a vítima foi baleada com 12 tiros pelo corpo. A polícia acredita que o homem foi atraído para uma emboscada. Na ação criminosa, o celular da vítima foi roubado.

Em consulta ao sistema, a equipe plantonista da DEHS constatou que a vítima já tinha três passagens por tráfico de drogas e uma por roubo.

Os familiares do homem foram ouvidos pela polícia. A namorada da vítima contou que o jovem estava recebendo ameaças de um grupo criminoso. “Ela contou que ele não podia mais nem sair de casa pois estava jurado de morte por umas pessoas do bairro Alvorada”, completou.

O Departamento de Polícia Técnica Científica (DPTC) esteve no local do crime para apurar provas que auxiliem no inquérito policial.

O corpo da vítima foi removido do local pelos agentes do Instituto Médico Legal (IML). A Polícia Civil investigará o caso para identificação dos suspeitos e descobrir a motivação do crime.

G1

Leia também