Antônio Rodriguez é investigado pelo MPE por superfaturar entrega de medicamentos para a Cema

por admin
Antônio Rodriguez é investigado pelo MPE por superfaturar entrega de medicamentos para a Cema

A empresa A. R. Rodriguez, de Antônio Rodriguez, é investigada pelo MPC-AM (Ministério Público de Contas), MP-AM (Ministério Público do Amazonas) e MPF (Ministério Público Federal). O motivo é a entrega, realizada duas vezes, por parte da empresa para a Cema (Central de Medicamentos do Amazonas) em maio de 2017, mesmo ano em que recebeu R$ 3,2 milhões do governo sem licitação.

A A. R. Rodriguez entregou para a Cema mercadorias que já haviam passado por lá e distribuídos para hospitais da capital amazonense. Isto é, os itens hospitalares foram retirados da unidade de saúde, no caso o hospital Francisca Mendes, e retornado para a A. R. Rodrigues. Como se fosse uma nova remessa, a empresa entregou os mesmos produtos para a Cema.

O Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM) pediu uma tomada de contas especial na Cema pois foram encontrados, aproximadamente, R$ 4 milhões em medicamentos vencidos dentro da central.

Leia também