Em decadência, TV A Crítica censura credenciamento de sites para transmitir o Festival de Parintins

por admin
Em decadência, TV A Crítica censura credenciamento de sites para transmitir o Festival de Parintins

A menos de uma semana para o festival folclórico de Parintins, ainda há veículos de comunicação em Manaus que não conseguiram efetuar o credenciamento para cobrir a festa. Desta vez não se sabe se por birra ou apenas “questões burocráticas” estipuladas pelo grupo Calderaro de Comunicação, que cuida da transmissão do evento.


De acordo com alguns jornalistas da capital amazonense, a TV A Crítica alegou em seu regulamento que o veículo precisa estar há, ao menos, um ano no mercado e em plena atividade. Muitos portais e blogs, mesmo estando há bastante tempo na praça e atuando fortemente não cobrirão o festival em Parintins porque a empresa dos Calderaro barrou o acesso, sem quê e nem porquê, desses meios de comunicação.


É importante deixar claro que a TV A Crítica e todo o grupo Calderaro não são os “donos” do festival e recebem uma grana alta, dinheiro oriundo dos cofres públicos, inclusive, para transmitir o evento. Logo, deveriam esclarecer publicamente os critérios para “permitir” o acesso da imprensa na festa. Onde há dinheiro público deve haver acompanhamento dos órgãos fiscalizadores. É necessário haver uma intervenção do Ministério Público, em casos como esse, para apurar as reais irregularidades por trás de toda essa burocracia para um simples credenciamento. A festa é do povo e não apenas da TV A Crítica.

Leia também