‘Messi iraniano’ é acusado de usar semelhança para fazer sexo com 23 mulheres

por Naief Queiroz
‘Messi iraniano’ é acusado de usar semelhança para fazer sexo com 23 mulheres

Reza Parastesh, mais conhecido como o “Messi iraniano”, foi acusado em reportagem do jornal espanhol “Marca” e em redes sociais de ter se passado pelo craque argentino para fazer sexo com ao menos 23 mulheres.

O iraniano, de 26 anos, negou a acusação, em vídeo postado no Instagram: “Olá, amigos. Divulgaram notícias falsas sobre mim nas redes sociais dizendo que dormi com 23 mulheres que achavam que eu era Lionel Messi. Por favor, não brinquem com a reputação e com a credibilidade de uma pessoa”.

Brasileiros posam com o 'Messi iraniano' durante a Copa da Rússia
Brasileiros posam com o ‘Messi iraniano’ durante a Copa da Rússia Foto: Vivian Oswald / O Globo

“Se for verdade, tenho que ir para a cadeia agora. Por favor, não acreditem. Não é verdade. A notícia está se espalhando em países muçulmanos e virou um desastre”, acrescentou ele.

De acordo com o “Marca”, autoridades iranianas estão investigando o caso.

Reza Parastesh com a camisa do Barcelona
Reza Parastesh com a camisa do Barcelona Foto: Reprodução/Instagram

A semelhança com Messi foi notada primeiramente pelo pai de Reza. O iraniano resolveu apostar nisso, cortando o cabelo e deixando a barba crescer. No Instagram, onde tem mais de 700 mil seguidores, o sósia explora a semelhança em diversas postagens.

Leia também