‘Sou um monstro’, diz pai que matou o filho de sete anos

por Naief Queiroz
‘Sou um monstro’, diz pai que matou o filho de sete anos

Rogério Alexandrino dos Santos, 27, preso nesta segunda-feira (17), após confessar que matou o filho de sete anos a pauladas, foi apresentado, na manhã desta terça-feira (18), na sede da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), na zona leste da capital.

O autônomo enterrou o corpo do filho David Nonato Bento dos Santos em uma cova rasa, feita dentro da casa onde morava, na Rua São Pedro, Comunidade João Paulo 2, bairro Jorge Teixeira, zona leste da cidade. O crime aconteceu na última quarta-feira (12), e a causa seria vingança contra a própria mãe dele.

Rogério Alexandrino dos Santos foi apresentado, nesta terça-feira (18), na DEHS (Foto: Yago Frota)

Rogério relatou que “tudo seria uma brincadeira”. Ele deu a primeira paulada no filho que desmaiou. Em seguida, desligou as luzes do local e continuou espancando a criança. Mesmo sem ter certeza de que o filho estava morto, jogou o corpo na cova e enterrou. A espaço foi cavado três dias antes do ocorrido.

“Um homem, uma pessoa que ama seu filho, não faz o que fiz, não”, disse ele, se auto descrevendo como um “monstro”. Cinco dias depois, ao ver sua mãe desesperada em busca do neto, ele confessou que teria cometido o crime.  A criança morava com a avó na zona norte de Manaus.

Segundo o delegado da DEHS, Paulo Martins, o homem apresenta ser “muito frio”. “Ele é réu confesso. Disse que fez tudo para se vingar da sua própria mãe. Ele não demonstra nenhum sinal de arrependimento”, afirmou o delegado.

Rogério foi indiciado por homicídio qualificado e será encaminhado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM) onde deve ficar à disposição da Justiça.

Leia também