Justiça solta três assessores de ministro ligados a laranjas do PSL

por admin

O juiz Renan Chaves Machado, da 26ª Zona Eleitoral de Minas Gerais, determinou nesta segunda-feira (01/07/2019) que saiam da prisão Marcelo Von Rondon, assessor especial do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, e dois ex-auxiliares da pasta.

Os três estavam presos temporariamente desde a última quinta-feira (27/06/2019), quando foram detidos pela Polícia Federal em decorrência das investigações sobre as candidaturas laranjas do PSL de Minas Gerais.

As prisões temporárias têm prazo de cinco dias, prorrogáveis. Na sexta-feira (28/06/2019), o juiz havia negado o pedido de soltura feito pela defesa, que argumentava que clientes já haviam prestado depoimento e todos os esclarecimentos devidos.

Além de Von Rondon, assessor especial e braço direito de Álvaro Antônio, estavam presos Roberto Soares e Haissander de Paula, ex-assessores e que coordenaram a campanha do político no Vale do Aço de Minas. A residência deles também foi alvo de busca e apreensão.

Leia também