Acusado de pedofilia quer retornar à política no Amazonas

por redacao obs
reprodução

O ex-vereador e ex-deputado estadual Fausto Souza é acusado de pedofilia e está se articulando para voltar à política no Amazonas. Às vésperas para o início da campanha para as eleições municipais do ano que vem, ele quer formar alianças com um possível candidato a prefeito de Manaus.

No entanto, por ter uma imagem queimada devido às inúmeras acusações de pedofilia, Fausto está mais prejudicando que ajudando o candidato. O ex-parlamentar se tornou uma espécie de âncora para o possível concorrente ao cargo de prefeito de Manaus.

Em junho de 2014, a CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Câmara Federal que investigava crimes de exploração sexual de crianças e adolescentes pedia o indiciamento do então deputado Fausto Souza. Conforme denúncia, ele submetia crianças e adolescentes à prostituição e exploração sexual.

De acordo com reportagem exibida em rede nacional, Fausto Souza pagou por um programa sexual com uma adolescente de 16 anos em um motel de Manaus. Foi mostrada uma conversa entre o ex-parlamentar e um agenciador identificado apenas como Pablo.

O noticiário exibiu, ainda, uma imagem de um carro de Fausto em que estava a adolescente contratada. O valor do programa sexual foi de R$ 100.

Leia também