PT diz que Palocci não tem nenhum “resquício de credibilidade”

por Naief Queiroz
PT diz que Palocci não tem nenhum “resquício de credibilidade”

Em nota assinada por Gleisi Hoffmann, o PT rebateu as acusações feitas por Antonio Palocci no acordo de delação fechado com a PF e homologado pelo ministro Edson Fachin, do STF.

Para o partido, nada do que o ex-ministro de Lula e Dilma “diga sobre o PT e seus dirigentes tem qualquer resquício de credibilidade”.

O partido acusa Palocci de ter negociado com a PF “um pacote de mentiras para escapar da cadeia e usufruir de dezenas de milhões em valores que haviam sido bloqueados”.

“Sua delação à PF foi desmoralizada até pela força-tarefa de Curitiba, que já havia rejeitado cinco versões diferentes das mentiras de Palocci”, continua a nota petista.

Na delação, o ex-ministro afirmou que o PT recebeu R$ 270,5 milhões em propina entre 2002 e 2014. Também sobrou para Gleisi, que, segundo Palocci, recebeu recebeu R$ 3,8 milhões na campanha de 2010.

O PT falando em “resquício de credibilidade”, convenhamos, é hilário.

Leia também