Vídeo: Moradora de rua ajuda cego a atravessar até ponto de ônibus e vídeo viraliza

por Naief Queiroz

Uma cena diferente chamou a atenção do repórter Luiz Vieira, da Record TV, na tarde de quarta-feira (31) enquanto ele aguardava para gravar uma reportagem: uma moradora de rua se prontificou a ajudar um deficiente visual a atravessar a rua. Ela ainda o acompanhou até o ponto de ônibus, seu destino.

A cena de empatia e solidariedade aconteceu na Praça Luiz de Albuquerque, na região do Porto, em Cuiabá e foi registrada pelo repórter que divulgou o vídeo nas redes sociais.

Nas imagens, a protagonista é Cléia, de 38 anos, velha conhecida dos comerciantes da região. Com os olhos atentos, Vieira registrou a cena. Depois, aproveitou um vendedor ambulante de quem comprou lanches, e em seguida, foi se encontrar com a andarilha solidária.

Cléia revelou que mora nas ruas de Cuiabá há mais de 20 anos, por problemas familiares e “situações difíceis”. Quando foi questionada sobre a atitude, respondeu: “A gente tem que ajudar um ao outro. Assim todos nós é ajudado (sic)”.

“Registrei para que as pessoas possam entender que nem sempre é com preconceito que a gente deve olhar para esse lado. Às vezes a condição não permite que a pessoa mude de vida. Sempre a gente tende a pensar ‘ah, será que vai me assaltar?’, ou coisas do tipo, e nesse caso não era nada disso”, explicou Vieira, ao LIVRE.

De acordo com o repórter, os comerciantes da região revelaram que, apesar de sua condição, atos de bondade são comuns à mulher. “Falaram que ela faz isso bastante com idosos, que é comum essa atitude”, disse.

Segundo os comerciantes, a Cléia não teria envolvimento com outros moradores de rua, conhecidos por serem violentos e costuma apenas pedir dinheiro – para se alimentar e sustentar seu vício.

“Achei que seria uma lição por ser uma pessoa que vive em situação de vulnerabilidade, e que geralmente é o lado mais fraco da força, precisa de ajuda, e que tem pouco a oferecer para alguém, mas que mesmo assim conseguiu auxiliar uma pessoa que estava precisando”, finalizou o repórter.

Confira o vídeo divulgado:

Leia também