Dicionário do Google define professora como prostituta e diz que é brasileirismo

por Naief Queiroz
Dicionário do Google define professora como prostituta e diz que é brasileirismo

O site de buscas Google está com uma definição polêmica para o termono professora em seu dicionário virtual. Ao digitar no buscador  ‘professora significado’ ou ‘professora dicionário’ é possível ver definições distorcidas.

A primeira define a profissional como “mulher que ensina ou exerce o professorado”. Já a segunda definição aponta o termo professora como definidor de “prostituta com quem adolescentes se iniciam na vida sexual”. 

O print dessa busca viralizou na internet. O iG realizou o teste com os dois termos, com os resultados chocantes. A segunda definição, segundo o Google, seria um “brasileirismo” para definir o termo. 

Em contraste com a definição de professora, ao digitar ‘professor significado’ ou ‘professor dicionário’ o resultado aponta para resultados regulares. 

A primeira definição é “aquele que professa uma crença, uma religião”. A segunda é “aquele que ensina, ministra aulas (em escola, colégio, universidade, curso ou particularmente); mestre”. O site não traz a opção “brasilizada” do termo no masculino. 

A justificativa do Google para os resultados relacionados à palavra professora é a utilização de vários parceiros locais e globais para fornecer informações que os usuários procuram, incluindo dicionários, segundo informações apuradas pelo Extra.

Leia também