Falta de recadastramento pode deixar 1,7 mil segurados da Amazonprev sem pagamento

por Naief Queiroz
Falta de recadastramento pode deixar 1,7 mil segurados da Amazonprev sem pagamento

Pelo menos 1,7 mil beneficiários da Fundação Amazonprev, com aniversário em outubro, podem ficar fora da folha de pagamentos desse mês caso não procedam ao recadastramento anual e obrigatório por lei. O alerta foi emitido nesta quarta-feira (16) pela Coordenadoria de Atendimento ao Púbico da instituição previdenciária estadual.

Conforme o relatório da coordenadoria da Amazonprev, apenas 909 aposentados e pensionistas realizaram a atualização cadastral nos primeiros 15 dias de outubro. Ou seja: 34% do total de 2.661 segurados previstos para se recadastrarem no mês.

O presidente da Amazonprev, André Luiz Zogahib, disse que “a falta de familiaridade com os meios eletrônicos, por meio dos quais a Amazonprev informa seus segurados, e a falta de informação das famílias dos aposentados, que muitas vezes supervisionam o recebimento dos benefícios dos segurados, contribuem para a não realização da atualização de dados”.

Para garantir a manutenção dos salários em dia, o segurado deve comparecer na sede da Amazonprev, na avenida Visconde de Porto Alegre, 486, Centro, portando RG, CPF e comprovante de residência atualizados. O processo é rápido e pode ser realizado de segunda a sexta-feira, das 8h às 13h30. No ato do recadastramento é emitido um comprovante que garante ao beneficiário a regularização de seus vencimentos por mais um ano.

Leia também