Polícia prende homem e pássaro por suspeita de assaltos

por Naief Queiroz
Polícia prende homem e pássaro por suspeita de assaltos

A polícia de Utrech, na Holanda, prendeu um suspeito de assaltos a lojas da cidade na última sexta-feira (27). No momento da prisão, no entanto, um pássaro pousou sobre o ombro do homem. A polícia não soube o que fazer com o animal, pois não havia gaiola ou local seguro para deixá-lo e, então, levou a ave para a prisão junto com o dono.

A rede de televisão local, RTV Utrecht, noticiou a prisão do suspeito e sua ave, mas com um detalhe curioso. Na foto, que mostra o pássaro na cela, com pães e água, o veículo tomou o cuidado de utilizar uma tarja preta para omitir a identidade do “suspeito”. 

No Instagram, a polícia de Utrecht deu detalhes da prisão dos ‘suspeitos’. Segundo a corporação, o dono concordou em ficar na mesma cela que seu pássaro e a “ave não passou por interrogatório”. A polícia declarou ainda que o pássaro “não é acusado ou suspeito de nenhum dos crimes”.

O pássaro, da espécie agapornis, também conhecido como pássaro-do-amor, teve fatias de pão e água à disposição na cela, como pode ser visto na foto divulgada pela polícia de Utrecht. O suspeito e seu companheiro acabaram liberados no mesmo dia. 

Leia também