Aliado do PT é apontado como mentor da morte de Marielle

por Naief Queiroz
Aliado do PT é apontado como mentor da morte de Marielle

A ex-procuradora-geral da República, Raquel Dodge, deixou o cargo em setembro deste ano, mas saiu em grande estilo: denunciou o ex-deputado estadual e conselheiro afastado do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE/RJ), Domingos Brazão, e outras quatro pessoas por suspeita de envolvimento nos homicídios da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, em março do ano passado.

Em seu último dia de trabalho, Dodge protocolou no Superior Tribunal de Justiça (STJ) o pedido de federalização do caso da vereadora, em razão da investigação desenvolvida pela Polícia Civil do Rio de Janeiro conter falhas e fraudes.

Para Raquel Dodge, há provas de que Brazão influiu no curso das investigações. Mas quem é Domingos Brazão?

Leia também