Cantores de k-pop são condenados à prisão por estupro

por Naief Queiroz
Cantores de k-pop são condenados à prisão por estupro

Os cantores de k-pop Jung Joon Young e Choi Jong Hoon, ex-membro do grupo F.T Island foram condenados à prisão nesta quarta-feira (13) por estupro.

Joon Young foi sentenciado a 7 anos de prisão por filmar e divulgar ilegalmente vídeos filmados sem consentimento em um caso de estupro agravado, que envolve dois ou mais autores. Já Jong Hoon foi sentenciado a 5 anos de prisão por participar do estupro.

Os dois são acusados de terem estuprado uma mulher, que estava inconsciente, em março de 2016, com outros três homens. As imagens do crime foram compartilhadas em um grupo de mensagens, em que também foram divulgadas outras imagens, em 2015, de mulheres que não sabiam que estavam sendo filmadas durante momentos íntimos e que não sabiam da divulgação deste material. A emissora KBS diz que 7 mulheres foram identificadas.

Além deles, funcionários da boate Burning Sun, identificados como Senhor Kim e Senhor Kwon, foi sentenciado a 10 de prisão por abusarem de mulheres inconscientes e incapazes de resistir. Outro funcionário, Senhor Heo, foi sentenciado a 5 anos.

Além da prisão, a promotoria também pediu tratamento e reabilitação dos abusadores, divulgação de informações pessoais e não permitir que eles sejam contratados em instituições que envolvem crianças e adolescentes por 10 anos.

“Os pedidos foram feitos considerando a natureza dos crimes e acordos que não foram feitos com as vítimas”, disse a promotoria.

O veredito final será anunciado em uma audiência no dia 29 de novembro.

Leia também