Caso de dengue transmitida por sexo é confirmado

por Naief Queiroz
Caso de dengue transmitida por sexo é confirmado

De acordo com as autoridades espanholas, o caso ocorreu entre dois homens na cidade de Madrid, tendo sido divulgado pelo Centro Europeu de Prevenção e Controle de Doenças na última sexta-feira (8).

Segundo o relatório, um homem de 41 anos foi contaminado com o vírus da dengue após ter relações sexuais com seu companheiro, que havia contraído a doença ao ser picado durante uma viagem para Cuba e República Dominicana em setembro deste ano.

O que mais chama atenção é que, até agora, acreditava-se que o contágio da dengue acontecia somente pela picada do mosquito Aedes aegypti infectado. Desta forma,o caso levantou um alerta sobre o que conhecemos da doença.

Sintomas da dengue

Ambos os homens se queixaram dos mesmos sintomas, com dez dias de diferença. Entre os sinais relatados estavam:

  • Febre alta
  • Dores no corpo
  • Dor de cabeça
  • Náusea
  • Vômito
  • Manchas e coceiras na pele
  • Dor atrás dos olhos
  • Perda de apetite
  • Fraqueza

Diagnóstico

Diante dos sintomas, o diagnóstico de dengue no casal foi feito com ajuda de amostras de espermatozoides. A análise constatou que os dois homens estavam com dengue e que o vírus era muito similar ao encontrado em Cuba, mesmo que um deles não estivesse ido ao local. Assim, foi confirmada a transmissão da dengue por via sexual.

Vale reforçar que um provável caso de contágio da dengue por sexo já havia sido discutido previamente em um artigo científico na Coreia no Sul, baseado na relação entre um homem e uma mulher. Contudo, o caso ainda não foi confirmado pelas autoridades.

Transmissão

A dengue é transmitida principalmente pela picada do mosquito Aedes aegypti contaminado, que se reproduz em águas paradas. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, a doença mata mais de 10 mil pessoas e infecta mais de 100 milhões de indivíduos por ano.

Quando não tratada, a dengue pode ser potencialmente fatal, especialmente em grupos de risco, como crianças e idosos. Além disso, ela pode causar convulsão, desidratação e sangramentos graves.

Como combater a dengue

Atualmente, não há medicamentos específicos para tratar a dengue e cientistas ainda estão desenvolvimento uma possível vacina que previna os seres humanos da doença e seja acessível. Os remédios, por enquanto, servem apenas para amenizar os sintomas.

Portanto, a melhor maneira de se proteger da dengue é evitar os focos de reprodução do mosquito. Para isso, evite água parada em sua casa e no ambiente de trabalho. Veja outras ações de prevenção da dengue:

  • Jogue fora pneus velhos
  • Vire garrafas de boca para baixo
  • Coloque areia em pratos para plantas
  • Mantenha caixas d?água e piscinas cobertas
  • Limpe calhas
  • Deixe suas lixeiras fechadas
  • Coloque telas em janelas

Além de transmitir a dengue, o Aedes aegypti também é transmissor de outras três doenças: zika, chikungunya e febre amarela.

Leia também