Homem é condenado a 53 anos de prisão após atear fogo em bebês venezuelanos

por Naief Queiroz
Homem é condenado a 53 anos de prisão após atear fogo em bebês venezuelanos

Gordon Fowler, um guianense suspeito de atear fogo contra famílias venezuelanas que vivem na cidade de Boas Vista, em Roraima, foi condenado a 53 anos de prisão pelos crime.

A sentença foi proferida na última sexta-feira (8) e contou com a própria confissão do réu no processo. Durante a sessão, o Fowler que era morador de rua disse que cometeu os crimes para se vingar de um  grupo que teria roubado sua bicicleta.

O ataque ocorreu em fevereiro de 2018 e deixou sei pessoas gravemente feridas, duas delas eram crianças entre 1 e 3 anos. Em detalhes, Gordon contou que realizou o primeiro atentado aturando um coquetel molotov em uma residência onde moravam 11 imigrantes. Na ocasião, um casal que dormia emula rede sofreu queimaduras gravíssimas.

A ação foi registrada por câmeras de segurança do local. Apenas três dias do incidente, ele se locomoveu a outra casa no mesmo bairro (Mecejana), e executou o  mesmo ato, mas dessa vez, além de atingir outro casal, ele também incendiou duas crianças.

No mesmo imóvel moravam 31 pessoas e no desespero, foram elas que ajudaram a socorrer as vítimas. Por sorte, elas sobreviveram, porém, as marcas no corpo e no psicológico continuam profundas.

Leia também