Homem que matou garota de programa que o chamou de “feio” é preso

por Naief Queiroz
Homem que matou garota de programa que o chamou de “feio” é preso

Marcelo Wichispoviki, conhecido como “Magrão”, acusado de matar a garota de programa Jessica Payerl Antunes, 23, foi preso na última quarta-feira (6) pela Polícia Civil de Colniza (1.065 km a noroeste de Cuiabá). De acordo com o boletim de ocorrência, ele teria ficado ofendido com o fato da mulher tê-lo chamado de feio.

O crime aconteceu por volta das 19h30 da terça-feira (5). Testemunhas informaram que a vítima estava sentada com algumas amigas em cima de uma mesa, quando o suspeito chegou em uma motocicleta vermelha.

“Magrão” teria ido em direção às mulheres e questionou à vítima: ‘eu sou feio?’. Em seguida, sacou a arma e disparou três vezes contra Jéssica, que caiu na mesa já morta.

Marcelo Wichispoviki foi localizado e preso em flagrante em sua residência, após policiais realizarem diversas diligências e ouvirem testemunhas do crimes. No local, foi encontrada a motocicleta com características semelhantes à utilizada no local do crime.

De acordo com a polícia, Marcelo, tem passagens por roubo, tráfico de drogas e homicídio.

Entenda o Caso

Uma jovem identificada como Jessica Payerl Antunes, de 23 anos, morreu após ser baleada dentro de uma casa de prostituição na noite da última terça-feira (5), em Colniza (MT). Conforme informações, a garota foi atingida por pelo menos três tiros.

Conforme consta no Boletim de Ocorrência (BO), os tiros atingiram os braços e o queixo da garota. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a ser acionado, mas a equipe somente confirmou a morte da jovem.

Testemunhas informaram a polícia que no momento do crime, Jessica estava em companhia de outras duas amigas. Elas estavam sentadas na mesa conversando, quando o suspeito chegou em uma motocicleta Honda Bros vermelha, desceu do veículo e caminhou em direção a elas. Com o capacete na cabeça, gritou: “Eu sou feio”. Em seguida sacou a arma de fogo, disparou contra a vítima e fugiu.

Leia também