Homem é preso suspeito de fingir ser funcionário de concessionária de água para extorquir clientes em Manaus

por Naief Queiroz

Um homem de 37 anos foi preso suspeito de se passar por funcionário da concessionária Águas de Manaus, no bairro Novo Aleixo, Zona Norte de Manaus, na quarta-feira (4). Segundo a polícia, ele é ex-funcionário da empresa e agia com outro suspeito, que está foragido.

Eles iam até a casa de pessoas e cobravam dinheiro indevido. Caso não pagassem, eles ameaçavam cortar o fornecimento de água do local.

Por meio de nota, a Águas de Manaus informou que trabalha em parceria com as autoridades para reduzir os transtornos aos clientes. A concessionária orienta também que a população registre Boletins de Ocorrência caso sejam vítimas de crimes como o que foi cometido pelos suspeitos.

De acordo com o delegado da Delegacia Especializada em Combate ao Furto de Energia, Água, Gás e Serviços de Telecomunicações (DECFS), Paulo Benelli, a polícia recebeu uma denúncia de representantes da Águas de Manaus após descobrirem que homens se passavam por funcionários.

O delegado informou ainda que, durante as investigações, a polícia descobriu que os dois homens que cometiam os crimes são ex-funcionários da Águas de Manaus. Um deles já havia sido preso por roubo em janeiro de 2018. Ele estava em liberdade e não foi encontrado pela polícia.

O outro suspeito foi preso pela DECFS na manhã de quarta-feira (4), no bairro Novo Aleixo. Na casa dele, os policiais também apreenderam equipamentos utilizados para troca de tubulações de fornecimento de água.

O homem que foi preso deve responder pelo crime de estelionato e associação criminosa. Ele deve ser encaminhado para uma audiência de custódia no Fórum Ministro Henoch Reis. O outro suspeito segue foragido.

Leia também