MPF investiga possíveis servidores fantasmas na Funai no Amazonas

por Naief Queiroz
MPF investiga possíveis servidores fantasmas na Funai no Amazonas

O Ministério Público Federal no Amazonas (MPF-AM), abriu nesta segunda-feira (2), um inquérito para investigar a possível existência de oito ‘servidores fantasmas’ na Fundação Nacional do Índio (Funai), localizada em Tabatinga, interior do Amazonas.

Os servidores estariam recebendo salários sem prestar o devido ou qualquer serviço ao órgão. De acordo com o documento publicado no Diário Oficial do MPF, a Funai encaminhou um ofício ao Procurador da República, Bruno Silva Domingos, informando a irregularidade e, a partir de então, o mesmo considerou o teor dos autos para a abertura do inquérito.

O procurador considerou que “há a necessidade de coleta de mais elementos de prova, haja vista a precariedade dos documentos existentes até esta momento nestes autos”; o mesmo determinou ainda que sejam cumpridas as diligências lançadas no despacho anexo a portaria, onde constam quais elementos de provas devem ser colhidos primeiramente.

Leia também