Professores aprovam estado de greve na Ufam para 2020

por Naief Queiroz

Professoras e professores da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) aprovaram o estado de greve a partir do primeiro semestre letivo de 2020, em assembleias realizadas em Manaus e nas unidades fora da sede.

Por unanimidade, os docentes de Manaus aprovaram a instalação do estado de greve em Assemblei Geral realizada na manhã da última terça-feira (10), no auditório da Associação de Docentes da Universidade Federal do Amazonas (Adua). 

O Instituto de Educação, Agricultura e Ambiente (IEAA), em Humaitá, o Instituto de Ciências Sociais, Educação e Zootecnia (ICSEZ), em Parintins, e o Instituto de Ciências Exatas e Tecnologia (ICET), em Itacoatiara, realizaram assembleias descentralizadas entre novembro e dezembro.

Leia também