Jornalista reage a tentativa de estupro e tem 3 dedos decepados

por Naief Queiroz
Jornalista reage a tentativa de estupro e tem 3 dedos decepados

Uma mulher, de 43 anos, teve três dedos decepados na noite da última quinta-feira, 16, após reagir a uma tentativa de estupro, em Santos, no litoral sul de São Paulo. Até o momento, ninguém foi preso.

De acordo com a Polícia Civil, a vítima que é jornalista e teve sua identidade preservada havia acabado de sair da casa de parentes, por volta das 20 horas, e estava com seu veículo estacionado em uma rua no bairro Marapé.

Em depoimento à polícia, o genro da vítima, 40, disse que em um momento de distração, o homem invadiu o carro pelo lado do passageiro e exigiu que sua sogra o levasse até a Linha Amarela de São Vicente, na cidade vizinha.

Assustada, a mulher não atendeu e começou a dar voltas pelas ruas da cidade. Durante esse trajeto, o homem então teria começado a passar a mão pelo seu corpo, dando indícios de que iria estuprá-la.

A jornalista reagiu e o criminoso, que estava munido de uma faca, desferiu um único golpe e decepou três dedos da vítima. Em seguida, ele fugiu levando o celular da mulher e uma quantia de R$ 2.000 mil.

A vítima conseguiu dirigir até a Santa Casa de Misericórdia, onde recebeu os primeiros socorros, mas foi transferida para o Hospital Libanês, na capital.

A reportagem entrou em contato com o hospital para saber o atual estado de saúde da jornalista, mas até o momento, não foi divulgado boletim médico.

O caso foi registrado como roubo no 7º Distrito Policial de Santos na tarde de ontem, e foi solicitado perícia junto ao Instituto Médico Legal (IML).

Leia também