Escola de samba é vaiada por criticar presidente Jair Bolsonaro

por Naief Queiroz
Escola de samba é vaiada por criticar presidente Jair Bolsonaro

Não foi só a Mancha Verde, de São Paulo, que usou seu enredo para criticar a gestão Bolsonaro. No Rio de Janeiro, a Acadêmicos de Vigário Geral, da série A, levou um palhaço usando a faixa presidencial para a Sapucaí.

A escultura ainda fazia o gesto de uma arma com as mãos. Ao passar pelo setores 2 e 3, o carro foi vaiado. Em outra ala, os foliões carregavam estandartes com as palavras Educação, Cultura, Saúde e Democracia.

Nas redes sociais, alguns internautas criticaram a atitude da escola da Zona Norte do Rio de Janeiro. Alguns usuários acusaram a Acadêmicos de Vigário Geral de querer lacrar e declararam apoio à reeleição do presidente.

Leia também