Greenpeace oferta bolsas de mestrado com até R$ 10 mil para projetos na Amazônia

por Naief Queiroz

O Greenpeace Brasil divulgou nesta quinta-feira (13) edital para concessão de 11 bolsas de mestrado e apoio para trabalho de campo para estudantes de pós-graduação com projetos nas áreas de Botânica e Zoologia ligados a Programas de Pós-graduação de Instituições Públicas de Ensino e Pesquisa sediadas no Brasil, dentro do Bioma Amazônia. Pesquisadores interessados têm até o dia 13 de março para fazer a inscrição.

Em dois anos, serão disponibilizados R$ 438 mil para remuneração dos bolsistas e para apoio dos projetos de dissertações de mestrado. A remuneração mensal dos bolsistas será no valor de R$ 1,5 mil e o valor máximo por projetos de mestrado será de R$ 10 mil. Confira o edital completo abaixo. 

O programa intitulado “Tatiana de Carvalho” de Pesquisa e Conservação da Biodiversidade da Amazônia vai selecionar propostas para o desenvolvimento de pesquisas relativas à identificação e descrição da biodiversidade amazônica, particularmente em áreas sob pressão de desmatamento, queimadas e estradas. 

“Estamos perdendo mais e mais florestas sem sequer conhecer tudo o está lá. Além de zerar o desmatamento, é preciso priorizar a pesquisa científica visando o conhecimento da biodiversidade amazônica. A iniciativa tem como objetivo apoiar e divulgar a pesquisa científica voltada ao conhecimento da biodiversidade Amazônia e as descobertas de novas espécies”, afirma Cristiane Mazzetti, da campanha de Amazônia do Greenpeace.

Leia também