Marielle é homenageada no Carnaval de São Paulo

por Naief Queiroz

A Tom Maior, segunda escola a desfilar no carnaval da capital paulista de 2020, apresentou uma homenagem à vereadora carioca Marielle Franco, assassinada em março de 2018.

O último carro da agremiação trouxe uma escultura de Marielle de cerca de dez metros de altura, junto de uma faixa com os dizeres “as minorias são a maioria”. A alegoria questionou o tratamento desigual concedido pelo sistema judicial brasileiro às pessoas negras.

O enredo da escola, de título “É Coisa de Preto”, subverteu a frase racista e homenageou personalidades negras do país, como Elza Soares, Carolina de Jesus, Mano Brown e Machado de Assis.


Reprodução/Rede Globo

Foi a segunda vez que Marielle Franco recebeu uma homenagem no Carnaval: a vereadora já havia sido lembrada no Rio de Janeiro pela Estação Primeira de Mangueira, campeã do desfile de 2019.

Leia também